DESENVOLVIMENTO

SITE RESPONSIVO – 10 MOTIVOS PARA VOCÊ TER UM

SITE RESPONSIVO – 10 MOTIVOS PARA VOCÊ TER UM

Você pode estar lendo esse post de um desktop, tablet ou celular, não é mesmo? Essa não é uma pergunta aleatória. Ela só é feita, pois a forma como navegamos na internet está cada vez mais diversificada.

Um site responsivo é projetado para se adequar a qualquer tipo de dimensão, sem qualquer distorção.

Neste post abordaremos algumas questões básicas sobre responsividade e mostrar as verdadeiras vantagens que isto pode trazer, tanto quanto em termos de performance, resultados e conversões.

Listamos abaixo alguns tópicos que abordaremos na matéria, são eles:

  • O que é um site responsivo;
  • Porque precisamos ter um site responsivo;
  • Como um site responsivo pode ajudar minha empresa;
  • Quais os efeitos negativos de não ter um.

SITE RESPONSIVO – MUITO ALÉM DO DESKTOP

Primeiramente, olhe ao seu redor, em sua sala, escritório, shopping, praia e até mesmo trânsito; alguém deve estar com um celular na mão, certo? É um comportamento tão comum que não pensar em como ele pode influenciar o seu negócio, certamente é ser passado para trás.

Estes fatos certamente nos levam a um alerta, ou seja, precisamos levar nosso negócio as mãos dessas pessoas. Caso contrário, a chance de rejeição e saídas prematuras do site por uma má experiência de navegação, são grandes.

E é nessa tocada que as vantagens de um site responsivo começam a surgir.

SITE RESPONSIVO – O QUE É?

Sabe aquele site que você abre o celular e a tela fica toda ajustada, mas com letras tão pequenas que você precisar utilizar os dedinhos para dar zoom até conseguir leitura? Pois bem, esse não é um site responsivo.

Site responsivo é fielmente projetado para ser adaptado a qualquer resolução (dimensão), sem qualquer tipo de distorção.

Um verdadeiro design responsivo identifica qual é a largura de cada dispositivo e desta forma consegue determinar quanto de espaço disponível terá para imprimir da melhor forma o que foi desenvolvido.

O que pode ser ajustado para diferentes tamanhos de telas:

  • Espaços;
  • Parágrafos;
  • Títulos;
  • Imagens;
  • Vídeos.

Uma outra confusão comum acontece entre sites responsivos e versões mobile. Abaixo veremos algumas diferenças entre eles.

DIFERENÇAS ENTRE UM SITE RESPONSIVO E UMA VERSÃO MOBILE

Responsivo é todo o site projetado para ser adaptado para qualquer tipo de tela. É uma única estrutura de códigos que funciona em diferentes resoluções.

Um mobile template é um pouco diferente, é um segundo site separado, feito exclusivamente para ser aberto em determinados tipos de dispositivos.

O recomendado, por diversos motivos que você verá abaixo, é que o site seja responsivo. No entanto, se ainda não for possível ou se você estiver com um projeto em andamento para essa adaptação, uma versão mobile ou um plugin que adapte para dispositivos móveis pode ser uma opção interessante também.

SITE RESPONSIVO – 10 MOTIVOS E VANTAGENS

Agora que você já está contextualizado e já entendeu o que é um site responsivo, chegou a hora de falarmos OS PRINCIPAIS motivos para você usar esse recurso.

1 – MELHORAR A EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO (UX)

Experiência do usuário hoje em dia é tudo e mais um pouco. E traz resultados concretos (conversões).

Segundo o Google Think Insights, se um usuário acessar sua página via dispositivo móvel e não encontrar o que procura, há 61% de chances de ele desistir e partir para seu possível concorrente.

Em contrapartida, se ele fica satisfeito com o seu site, com uma experiência positiva, as chances de conversão em seu produto ou serviço são de 67%.

Pegue você mesmo como exemplo. Sempre que você abre um site pelo celular e percebe que ele está desalinhado, você fica satisfeito? Para refletir!

2 – ACESSO VIA MOBILE ESTÁ CRESCENDO (E DEVE CONTINUAR)

De acordo com o relatório Digital, Social & Mobile 2015, 39% da população total brasileira já tem acesso à internet via celular e outros dispositivos móveis. Em número absolutos, a porcentagem representa 79 milhões de brasileiros aproximadamente.

A tendência é confirmada na mesma pesquisa, que mostra um aumento de 109% no número de pageviews via dispositivos móveis, e uma queda de 12% dos pageviews via desktops (computadores comuns).

3 – SEO + MOBILEGEDDON

O Google favorece websites responsivos e, sobretudo quando a busca é feita via dispositivo móvel, dá preferência a esses sites, aumentando naturalmente o tráfego orgânico (não pago ou impulsionado).

Portanto, ter um site responsivo colabora com que o mesmo apareça nos resultados de busca, independentemente do dispositivo que o usuário esteja utilizando para realizar a pesquisa.

Uma das atualizações do Google de 2015 ganhou o carinhoso apelido de Mobilegeddon (Mobile + Armageddon). A intenção do Google é favorecer os sites que são responsivos ou que possuem uma versão mobile em detrimento aos que não estão preparados.

Além disso, a estrutura de URL permanecerá a mesma em todos os dispositivos, o que também melhora o seu ranking e a visibilidade de seu site para o robô de busca (Google, Bing e etc…).

4  – AUMENTAR A VELOCIDADE DE CARREGAMENTO DA PÁGINA

Uma das recomendações do Google PageSpeed Developers é que o conteúdo acima da dobra em um dispositivo móvel seja carregado em menos de 1 segundo. E o carregamento completo da página em menos de 2.

Na maioria dos casos, isso se torna inviável quando uma versão desktop do site é carregada em um dispositivo móvel. A velocidade de carregamento, além de ser um fator de rankeamento para o Google, também prejudica o usuário. Caso o site demore a carregar, há uma alta probabilidade de que o usuário feche a janela e procure o que precisa em outro lugar.

Um site responsivo já é mais leve e otimizado para os dispositivos móveis, e por isso é carregado mais rapidamente do que uma versão desktop.

5 – DIMINUIR A TAXA DE REJEIÇÃO

Ter um site responsivo reduz a quantidade de usuários que entram em seu site e saem sem interação alguma.

Esse item está ligado à experiência do usuário, uma vez que, se ele não for bem recebido ao entrar na página, as chances de ele fechar e desistir – ou partir para outra pesquisa – são grandes.

É importante tomar cuidado com essa taxa de rejeição, uma vez que, se ela estiver muito alta, pode ser interpretada pelo Google como sinal de que o conteúdo não é relevante. E quando isso acontece, as chances de sua página perder posições é grande.

6 – AUMENTAR AS VENDAS

Ainda baseado no relatório Digital, Social & Mobile 2015, temos um dado de que 15% dos brasileiros que utilizam a internet em dispositivos móveis fizeram uma compra nos últimos 30 dias.

Nesse quesito, a preferência da população brasileira ainda é o desktop, que tem para o mesmo quesito uma taxa ampla de 36%.

Mesmo assim, os números mostram uma tendência que está em pleno desenvolvimento. Ter um aplicativo ou um site responsivo para um e-commerce, por exemplo, é uma maneira de aumentar as suas vendas e futuras projeções.

7 – AUMENTAR A TAXA DE CONVERSÃO DE LEADS

Assim como há aumento de vendas, há também a possibilidade de aumentar a conversão e gerar Leads por meio de dispositivos móveis.

Se você utiliza as redes sociais para promover seus materiais, é muito necessário que as páginas sejam responsivas. O usuário poderá estar navegando nas redes pelo smartphone quando visualizar seu link no feed de notícias. E se, ao clicar, a página for desalinhada, é muito maior a chance de ele não converter do que ele abrir novamente o link no desktop.

Aqui na ADS Agência temos Landing Pages responsivas, o que certamente contribui para que tenhamos conversões via dispositivos móveis e satisfação do seu usuário.

8 – MAIS COMPARTILHAMENTOS NAS MÍDIAS SOCIAIS

O Brasil possui mais de 78 milhões de contas em redes sociais que são acessadas por dispositivos móveis, número que equivale a 38% da população total. Esse número não significa usuários únicos, uma vez que uma pessoa pode ter várias contas em diferentes redes sociais, por exemplo.

Porém, não deixa de ser um número expressivo. Como o acesso às redes sociais via celulares e tablets é a cada dia mais frequente, nada mais inteligente do que ter um site responsivo.

As chances de suas páginas serem compartilhadas em redes sociais por esses usuários são muito maiores se eles tiverem uma experiência agradável de navegação.

E convenhamos o compartilhamento de suas páginas nas redes sociais geram leads qualificados e um “senhor” engajamento orgânico.

9 – ESTAR PREPARADO PARA DISPOSITIVOS FUTUROS

Uma das maiores vantagens de um design responsivo é que ele é feito para diferentes resoluções e não para diferentes dispositivos. Ou seja, não importa qual a resolução da tela do dispositivo que o seu visitante está utilizando, o layout irá se adaptar.

Isso abre uma brecha para dispositivos futuros, que poderão ser lançados com resoluções diferentes. Um layout responsivo deixa seu site pronto para qualquer dispositivo, mesmo os que ainda não existam.

10 – ADAPTAR-SE À INDEXAÇÃO PRIORITÁRIA DE SITES MOBILE NO GOOGLE

Em março de 2018, o Google anunciou que passou a priorizar a versão mobile de um site na hora de indexá-lo. De acordo com o comunicado, isso não afeta o rankeamento diretamente – isso já acontecia pelas razões apresentadas no item 3 deste post.

Antes disso, a indexação era prioritariamente feita pela versão desktop, o que causava conflitos em caso de conteúdos diferentes por dispositivo. Apesar do Google garantir que não há mudança no ranking, é um indício claro de que os sites mobile são mais importantes para o buscador. AINDA MAIS TRATANDO-SE DE UMA BUSCA EM UM DISPOSITIVO MOBILE.

SITE RESPONSIVO – CONCLUSÃO

Dispositivos móveis já estão aí para ficar. Não é mais o futuro, é o presente. Afinal, não é de todo absurdo também que algumas pessoas já nem usem a internet via computadores. E nem de que algumas pessoas sequer tenham computadores em casa.

Para construir um site melhor para sua empresa, acesse o link abaixo e solicite orçamento:

Ou acesse as matérias abaixo e pense com a gente!