Desenvolvimento Front-end – O que é, para que serve e como aprender?

Compartilhe com seus seguidores:

Hoje em dia é extremamente comum encontrar pessoas falando sobre desenvolvimento front-end e back-end. Porém saiba que as duas opções são bem distintas, mas uma complementa a outra.

Conforme citamos acima, por serem distintas, abordaremos em posts separados para especificar corretamente cada uma delas.

Para entendermos o que é desenvolvimento front-end, é preciso saber o que é arquitetura cliente-servidor. Esse modelo credencia dois agentes: client-side e server-side.

O client-side envolve linguagens que são processadas através, como o próprio nome diz, do computador do usuário. Já o server-side faz referência ao que é processado no servidor e faz uso de diferentes linguagens de programação.

Exemplificando, o front-end é onde encontramos a face de um site ou até mesmo aplicativo. Nesta face está o design, usabilidade e ferramentas de interação, como: formulários de contato, buscas etc.

Desenvolvimento Front-end – Para que serve?

Quem está interessado no desenvolvimento front-end é responsável, principalmente, pela experiência do usuário (UX) dentro de uma aplicação WEB.

O front-end também inclui elementos que determinam a identidade visual de um site ou aplicativo, portanto o profissional da área necessita demonstrar ou dominar aptidões de design. Não à toa, o desenvolvedor front-end, também pode ser chamado de WebDesginer.

Puxando para o lado designer, o front-end acabou saindo cada vez mais do programador “raiz”, das antigas consultorias de informática, para o profissional da agência de publicidade e marketing.

Nada mais merecido, pois o site hoje em dia, ele precisa acima de tudo atrair, prender para converter. Ele é a sua CASA na internet. As pessoas que não te visitarem fisicamente, te visitarão digitalmente e é aí que o desenvolvimento front-end ganha relevância.

Quem não te conhece precisa de alguma forma encontrar engajamento com o seu site e quem já te conhece precisará se manter engajado. Os desafios da rotina de um profissional front-end são esses!

Desenvolvimento Front-end – Como aprender?

Bom, agora que ficou claro para que serve o desenvolvimento front-end, vamos especificar abaixo o passo mais importante: Como aprender.

Para se tornar um desenvolvedor front-end você precisará dominar e principalmente gostar de algumas linguagens de programação, são elas:

HTML

Se você quer aprender a programar, principalmente soluções WEB, o HTML é o caminhão. Começar por ele é excelente, pois toda a estrutura, segmentações e chamadas serão através desta linguagem. Digamos que ele será o elo entre todas as linguagens usadas e frameworks.

Então fique atento a esta linguagem e de preferência inicie seus estudos de desenvolvimento front-end com o já velho e conhecido, HTML.

CSS

Segundo passo para quem quer trabalhar com desenvolvimento front-end é o CSS, em inglês, Cascading Style Sheets. Em nosso português, páginas em estilo cascata.

Esta linguagem é usada para organizar sessões, criar efeitos de transição e definir/alinhar todo o layout de um site ou solução web. Dentro do layout, leia-se, escolha de fontes, cores, estilos, tamanho e proporções de imagens e uma infinidade de parâmetros.

Conforme mencionamos anteriormente, o CSS é o completo do HTML. Ilustrando: se o seu site fosse uma casa, o HTML seria o responsável para subir as paredes, já o CSS por pintá-las e decorá-las com acessórios, como: quadros, prateleiras etc.

JavaScript

É uma linguagem de programação responsável por comandos e comportamentos que melhoram a usabilidade de um site, deixando-o mais dinâmico/interativo.

Importantíssimo destacar que JavaScript não é o mesmo que JAVA. Você que pretende exercer o desenvolvimento front-end precisará distinguir bem essa diferença.

A versatilidade de linguagens de programação como o CSS e JavaScript permitiram o desenvolvimento de bibliotecas e frameworks. O JQuery, por exemplo, é uma biblioteca que permitiu trabalhar com o JavaScript reduzindo o código de linhas, sem limitar suas funções. Já o Bootstrap é um framework que deixou o desenvolvimento de sites mais ágil e facilitou muito a construção de layouts responsivos.

Desenvolvimento Front-end – Conclusão

Agora que você já sabe o que é desenvolvimento front-end, qual sua aplicação e por onde começar o aprendizado, é só arregaçar as mangas e buscar o local certo para iniciar/aprofundar o conhecimento.

Deixarei abaixo websites importantíssimos para qualquer profissional da área ter favoritado em seu navegador. Vamos as opções:

Não deixe de acessar os sites acima. Eles possuem a documentação de tudo o que você precisa para iniciar sua carreira nessa área.

Dificilmente você armazenará tudo em sua cabeça, portanto saiba onde de fato procurar e priorize sempre por digitar um código mais limpo possível. Não fique refém de templates. Escreva você o seu próprio código.

Caso necessite de um profissional especializado em front-end, acesse o link abaixo e não deixe de entrar em contato:

Bons estudos!


Compartilhe com seus seguidores: